BDSM e Fetiche. O que é?

A palavra é... Sadomasoquismo. É, muitas pessoas tremem só de ler. Não, não gire a cabeça disfarçadamente pra saber se tem alguém te olhando enviezado! Continua pois vale a pena. 

Antes de achar que este site é sobre perversões e loucuras orgiásticas, descubra o que se ganha e se perde com a prática real do BDSM! Vamos a um glossário bem rápido, e depois você dá uma olhada no site e os posts que vão te ajudar e entender esse universo. 

Mas resumindo: Normalmente, o B significa Bondage, o D dominação, o S & M sadomasoquismo. Bondage geralmente envolve jogo sexual com cordas e acessórios para restrição de movimentos, como camisas de força, cintas, ataduras e até filme plástico. Dominação (e seu oposto necessário, submissão) é um termo que faz parte do jogo de poder, ou às vezes chamado de "troca de poder", em que os parceiros assumem papéis em que um está no comando, o "top", e o outro é o submisso, o "bottom". 

E Fetiche? Aqui vai: Um fetiche é, por definição conceitual, um termo que se refere a um objeto inanimado que estimula o desejo sexual em uma pessoa, como um sapato, uma roupa de latex, uma lingerie, uma cueca ou qualquer outro objeto. É importante não confundir um fetiche com uma preferência. Fetiches são sobre objetos, não exatamente sobre os comportamentos. Geralmente os fetiches estão profundamente enraizados na infância: por exemplo, um homem que desenvolve uma forte predileção por sapatos na vida adulta, porque a sua mulher usa sapatos que ele acha lindos nela, pode não ter um fetiche por sapatos, porque esse comportamento tem como fonte exatamente sua parceira, e não o sapato em si.
PESQUISAS MOSTRAM QUE PESSOAS QUE PRATICAM O BDSM TENDEM - NO GERAL - A SER MAIS EXTROVERTIDAS E CONFIANTES. MAS POR QUE? QUE TIPO DE BENEFÍCIO VÊM COM O SALTO-ALTO, AS ALGEMAS, CHICOTES E PALAVRAS DE ORDEM?
Sexo e poder são dois assuntos que interessam a humanidade, porque ambos são aspectos pessoais que influenciam quem você se torna socialmente. O Sadomasoquismo une esses dois conceitos primitivos do ser humano num jogo de assumir papéis de poder, num contexto muito íntimo e libertador do sexo. E quem escolhe o personagem é você.

Nenhum comentário:

Dommenique Luxor. Tecnologia do Blogger.