O que você deve saber - e aprender - para ser uma Dominatrix

Tenho recebido muitas propostas pra dar curso de BDSM onde a mulher é a dominadora. Para ser profissional, desde as que desejam mostrar o rosto até as que querem mais discrição. E também as que pretendem praticar com seus parceiros, sem remuneração. Posso ajudar a todas, mas antes quero esclarecer algumas coisas.

meu livro, lançado em 2012
Pra mim está muito claro que a mulher não nasce com alma de Dominadora. Ninguém nasce pronto, você vai aprendendo. Durante o nosso desenvolvimento vamos sendo socializados de acordo com o que é normal para as mulheres e normal para os homens. Nos relacionamentos que envolvem libido não poderia ser diferente.

Mas você pode tranquilamente ter preferências específicas, que foram surgindo de acordo com o seu contato com outras pessoas e as respostas que elas te dão. Se você tem prazer em ser dominadora numa relação, provavelmente teve contato com pessoas que gostavam de ser submissas - e esse contato foi prazeroso. E, no seu percurso de desenvolvimento psicológico, vai definindo a "sua personalidade": nada mais é que o reflexo desses contatos aliado ao que você imagina que seja uma mulher poderosa.

Mas, e caso você queira se profissionalizar? No Brasil é muito difícil encontrar informações de mercado e guias, mesmo básicos, para tornar-se profissional. Quase tudo que se escreve sobre BDSM no Brasil ou é muito teórico ou romântico, voltado para as relações afetivas dos praticantes. E não existem muitas Dominatrix, poucas levam a sério a profissão, poucas escrevem sobre o assunto e menos ainda se dedicam somente ao BDSM.

Mas não existir muitas Dominatrix é uma baita vantagem... afinal, você tem pouquíssimos concorrentes. E sim, você ganha dinheiro. Esse é um trabalho que envolve muita dedicação, foco e investimento, então você pode sim, cobrar caro.
***
Conheço profundamente esse mercado, os fetiches mais pedidos, o melhor meio de comunicar-se com seus clientes, como veicular sua imagem, como montar um site, as melhores cidades para trabalho e até onde anunciar. Estou no ramo há quase 13 anos, e cheguei na minha meta: tornar-me referência na Dominação Profissional no Brasil. Talvez, a única.
***
Se tu está interessada em ser Dominatrix, mande um email pra mim. Vamos conversar e, de acordo com as suas expectativas, eu monto um mini-curso pra você não sair igual cego em tiroteio procurando tutoriais e só encontrando contos e muita teoria que ninguém entende. Ou perdida num site de relacionamento fetichista, tentando aprender sobre essa profissão, e sendo bombardeada por um monte de chatos que dificultam o começo do seu trabalho.

Ser Dominatrix é uma profissão. Na Europa, até sindicato temos. Se você se identifica com a forma que eu conduzi meu trabalho, posso te encaminhar e te prestar a consultoria que eu não tive no início da carreira.

Então meninas, por favor: uma conversa é tranquilo, mas consultoria é paga. Você não pode querer iniciar na profissão desvalorizando os bons profissionais - isso é um contrasenso. Mande um email e a gente se entende: contatodomme@gmail.com



Nenhum comentário:

Dommenique Luxor. Tecnologia do Blogger.