Phallus








Falos de Pompéia 

Sofia de Deus

Eu queria mesmo era ser evangélica
Feliz da presença do senhor
Tirando a calcinha no banheiro da rodoviária

Depois de expor minha genitália
Segurando o mijo escrever com meu batom vermelho
Jesus me ama e a ti também

Aliviada, depois dos espasmos
E com jesus dentro de mim
Contemplar as tantas pornografias daquela porta imunda

Tanto número de travesti
Tantos falos de Pompéia
Tanta xoxota molhadinha, inchada
Tanto recado safado, ordinário

Coitados, tanta gente sem jesus

Nenhum comentário:

Dommenique Luxor. Tecnologia do Blogger.